5 soluções que todo bom parceiro de exportação deve oferecer!

 

Escolher um novo parceiro de negócios pode ser um processo muito complicado. Principalmente quando falamos de importação. Ter critérios claros de seleção é o primeiro passo nesse sentido.

Para ajudar com esse desafio, nossa equipe pesquisou e separou as 5 principais soluções que toda empresa especialista em importação de câmbio deve lhe oferecer!

Confira agora e tenha esses pontos em mente no momento de escolher seu próximo parceiro.

 

1. Transações Financeiras Seguras

 

O primeiro ponto que seu futuro parceiro deve lhe oferecer é a segurança em suas transações financeiras internacionais. Por mais óbvio que possa parecer, nunca é demais perguntar para as empresas quais são as medidas que elas tomam para garantir transações seguras com outros países.

Procure outros clientes da marca e perguntem sobre suas experiências com esse serviço. Algumas empresas já trazem esses depoimentos no próprio site e pode ser um ótimo filtro inicial.

 

2. Assessoria de Câmbio

 

Um parceiro confiável é aquele que tem experiência e que sabe como direcionar o melhor modelo para o seu negócio. Boas empresas de importação do câmbio normalmente oferecem uma assessoria, que buscam as melhores opções de investimento dentro do montante disponibilizado.

Nem sempre esse recurso é feito pela própria empresa, ele também pode ser oferecido a parte por terceiros.

 

3. Experiência com Transações Internacionais

 

Como comentamos anteriormente, experiência em transações internacionais é um dos principais itens que seu futuro parceiro deve lhe apresentar. Por mais que ele não tenha atendido empresas do seu segmento ou com o seu volume de investimento, mas ao saber negociar no exterior, ele consegue lhe guiar pelas melhores práticas do mercado.

 

4. Taxas vantajosas

 

Oferecer boas taxas de câmbio é um diferencial essencial para qualquer parceiro de importação. Claro que essa oferta deve ser feita dentro dos limites legais para garantir a integridade do seu negócio, mas o fato é que empresas de câmbio com mais tempo de mercado, sabem negociar melhor seus valores.

 

5. Intermediação de Câmbio

 

Esse serviço está muito atrelado às taxas mais vantajosas. Empresas que se oferecem para fazer a intermediação de câmbio, normalmente consegue obter as melhores cotações do mercado, por conta da sua reputação. Assim seu parceiro, consegue negociar o seu investimento com o peso da marca dele ao seu favor.

 

Importação com a Dourada Câmbio

 

Agora que você já sabe como encontrar um bom parceiro para suas importações, está na hora de ver as opções no mercado. Na Dourada, temos mais de 50 anos de experiência em operações de câmbio e atuamos em mais de 80 países com transações internacionais.

 

Conheça mais sobre a gente clique aqui!


Exportar na crise: vale a pena arriscar?

Em todos os portais de notícias, blogs, rodas de conversas só se ouve falar sobre os impactos da pandemia do Coronavírus na economia. Especialistas no mundo inteiro estão preocupados como as empresas conseguiram manter suas portas abertas. Aquelas que não buscarem novas oportunidades, dificilmente conseguirão.

Todos os indicadores apontam para uma economia cada vez mais digital e globalizada. Apesar de uma crise internacional, estamos em um momento de renovação do mercado. Barreiras geográficas já não são mais impeditivos para quem souber investir corretamente.

Para ajudar sua empresa a superar esse momento tão complicado, nossa equipe separou algumas dicas para aproveitar as novas tendências do mercado. Confira agora, porque a exportação na crise deve ser o próximo passo do seu negócio.

Exportação na crise, a oportunidade

Se o Coronavírus está nos ensinando algo é que o tempo passa muito mais rápido do que estamos acostumados. De uma hora para outra, tudo pode mudar e seu plano de negócio precisa estar pronto para qualquer possibilidade. Colocar todas fichas em uma única estratégia não funciona mais.

A exportação e a venda internacional deveria estar no plano de qualquer empresa desde o começo. Se você ainda não tinha considerado esse movimento, a hora é agora. Especialistas da área da economia, como Alfredo Cotait Neto, presidente da Facesp e da ACSP, já comprovaram que o mercado nacional está cada vez mais fechado e que vai levar algum tempo para se recuperar.

Para manter suas portas abertas, será necessário expandir suas fronteiras. Países que foram afetados no começo de 2020 pelo Coronavírus, já estão abrindo as portas e estão prontos para novos negócios. Se o seu produto é adaptável a outras realidades, esse é seu momento.

Tenha do seu lado os melhores profissionais em câmbio e elabore um plano de ação. Entenda quais são os ajustes que precisam ser feitos na sua produção, quais serão seus novos custos e como você pode aproveitar as melhores taxas do mercado para potencializar o lucro. 

No momento certo, com os parceiros certos

Já estabelecemos que o momento para começar a exportar seu produto é agora. Porém, para aproveitar o melhor dessa onda é importante ter os parceiros certos. Empresas ou profissionais que já tenha experiência em negociações internacionais e estejam prontos para lhe indicar as melhores práticas.

Esse é um caminho que pode garantir seu sucesso nessa nova jornada. Afinal, advogados que já trabalharam em outras transações internacionais sabem exatamente quais são os documentos que não podem faltar. Os economistas certos podem indicar como evitar gastos desnecessários. Empresas de câmbio experientes e com boa reputação podem oferecer melhores taxas para suas negociações.

São diversos benefícios que você adquire não apenas em expandir sua área de atuação, como pedindo ajuda para as pessoas certas.

 

Quer saber mais sobre como aproveitar oportunidades durante a crise? Então  clique aqui!


Importação na crise: por que você deve continuar!

A pandemia de saúde mundial pegou muitas empresas de surpresa. Cenários e planos certos para o ano de 2020, caíram por terra por conta do isolamento social e a potencial crise econômica que estamos enfrentando. Muitos especialistas chegam a comparar os impactos econômicos com aqueles sofridos durante a Grande Depressão, em 1920.

O que muitas empresas nos questionam é se no meio desse cenário tão desesperador, ainda vale a pena investir em negócios no exterior. Será que ainda devem continuar importando aquele produto ou devem encontrar um substituto local? O quanto a alta do dólar poderá afetar seus gastos nesse período?

Nossa equipe resolveu responder essas e outras dúvidas. Separamos aqui algumas razões de por que você deve continuar suas importações mesmo na crise!

Por que vale a pena continuar importando

Antes de tomar qualquer decisão sobre as suas importações, é muito importante entender quais serão os impactos para o consumidor. Tanto ao nível de valores, quanto ao nível de qualidade.

Por mais que estejamos no meio de uma crise econômica, as pessoas não pararam de comprar.Com mais tempo em casa, essa acaba sendo a única distração para muitas delas. A sua empresa deve estar presente nesse cenário com um produto de qualidade.

Então faça o levantamento. Ao continuar com a importação desse item, mesmo com a alta do dólar, o valor para o consumidor final ainda é competitivo? Se a resposta for sim, siga por esse caminho. Se a sua resposta fora não, analise seu processo e veja se existem oportunidades de melhorias.

Muitas empresas optaram por encerrar seus negócios internacionais e procurar alternativas locais, pois não param para refletir o processo na sua totalidade. Faça pesquisas, entenda se seus parceiros estão lhe oferecendo as melhores taxas, os impactos da mudança de um fornecedor, quais são as pequenas falhas que podem estar encarecendo o processo.

Se mesmo assim o  custo for muito alto, então realmente é o sinal de que você deve parar. No entanto, se você perceber oportunidades de melhorias, nós podemos ajudar!

O parceiro certo para sua importação

Um dos grandes segredos para ter sucesso na sua estratégia de importação, é ter o parceiro certo para cada etapa. Trazer para perto de você uma empresa que já tenha experiência nesse mercado e saiba identificar oportunidades que ainda não haviam lhe ocorrido.

Ter uma firma de advogados experientes em negócios internacionais, ajuda no momento de saber quais documentos são obrigatórios. Ter uma empresa de câmbio ao seu lado, consegue lhe garantir melhores taxas na hora de importar. Ter uma consultoria financeira permite identificar pontos na produção que possam estar afetando o seu lucro.

São inúmeras as facilidades que você adquire ao selecionar as empresas certas para trabalhar. Pedir ajuda para quem tem mais experiência, ainda mais em um cenário de crise, só mostra a sua força de vontade de fazer seu negócio acontecer.

Quer saber mais sobre como aproveitar oportunidades durante a crise? Então  clique aqui!


Quais oportunidades sua empresa está perdendo?

O Coronavírus trouxe não apenas uma crise nos sistemas de saúde ao redor do mundo, como também uma das piores crises financeiras que a humanidade já presenciou. Alguns especialistas comparam esse momento com a Grande Depressão que aconteceu no século XX e pedem que as pessoas estejam preparadas.

No meio desse cenário quase caótico, muitas empresas sentiram uma redução brusca em suas vendas e começaram suas fases de cortes para conseguir sobreviver mais um mês.

Um estudo realizado pelo Sebrae em abril de 2020, registrou o fechamento de mais de 500 mil micro e pequenas empresas que resultou em milhões de brasileiros desempregados. Aquelas que conseguiram manter-se abertas precisaram revisitar seus modelos de negócio com urgência.

Quantas marcas que dependiam tanto do varejo físico, não se viram obrigadas a adotar vendas online para continuar funcionando? No entanto, ainda existe outra oportunidade para as micro e pequenas empresas, que nem todo mundo está aproveitando.

Exportação e Importação para pequenas e médias empresas

A exportação de produtos é um ótimo recurso para quem não está conseguindo vender no território nacional.

A Federação de Associações Comerciais do Estado de São Paulo já registrou casos muito interessantes, de pequenos empreendedores que estavam com as vendas zeradas no Brasil, mas quando apostam na exportação quadruplicaram seus resultados.

É muito comum sermos positivos e acreditar que uma vez que a pandemia do Coronavírus passe e o isolamento social acabe, as coisas voltem a ser como eram. Que o nosso mercado interno estará intacto e que bastará voltar a vender para ele aquecer novamente. Não é bem assim.

Os especialistas da área da economia, como Alfredo Cotait Neto, presidente da Facesp e da ACSP, já previram que o mercado interno brasileiro está praticamente fechado e que a melhor solução nesse momento é exportar. Essa é uma prática que já deveria estar incorporada no plano de negócio das empresas, mas que a crise do Coronavírus veio para acelerar.

A exportação deve ser um aliado do seu negócio nesse momento. É a oportunidade para abrir mais um canal de vendas que permite seu produto desbravar outros mercados.

Porém, não basta levar seu produto para um novo mercado. É preciso olhar também para os custos da confecção dele.

Caso use alguma matéria-prima importada, pode ser que seus custos também tenham aumentado nesse momento. Uma das soluções para rever esse problema é colocar na ponta do lápis todas suas despesas e, se for o caso, procurar a melhor taxa para o seu negócio.

Escolha o parceiro certo

Trabalhar com parceiros que tenham não apenas a experiência no mercado de exportação, mas que também ofereçam boas taxas para sua importação pode ser fundamental para o sucesso dessa nova empreitada da sua empresa.

Para receber mais conteúdos como esse e continuar acompanhando nossas dicas para importação e exportação de câmbio, basta preencher o formulário abaixo.